Valença FM – 101,9

Ooops ! You forgot to enter a stream url ! Please check Radio Player configuration

‘Vamos ter um crescimento da direita nestas eleições’, prevê cientista político Antonio Lavareda

Especialista afirma que os prefeitos de capitais, incluindo Salvador, devem ser reeleitos neste ano

Cientista político Antonio Lavareda

Um dos principais cientistas políticos do país, Antonio Lavareda aposta que o campo da direita sairá mais fortalecido nas eleições municipais deste ano, que começam oficialmente no dia 16 de agosto.

Ele acredita ainda que a tendência é os prefeitos de capitais, que buscam a reeleição – como em Salvador -, sejam reconduzidos no dia 6 de outubro. O especialista, que é doutor em Ciência Política e presidente do Conselho Científico do Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), explica que estes gestores são favoritos porque estão bem avaliados e possuem o controle da máquina municipal.

Até agora, o que se observa das muitas pesquisas realizadas é uma taxa de reeleição elevada nas capitais e demais cidades. Talvez, não alcance o montante de 2020, da última eleição, porque aquela eleição teve a particularidade da pandemia (da covid-19). Foi uma eleição monotemática.

Discutiu o que os prefeitos tinham feito (durante a crise sanitária) ou deixado de fazer com relação ao combate à covid. Agora não, é uma eleição com uma pauta mais ampla. Talvez, nós não tenhamos o mesmo percentual de reeleição de 2020. Que percentuais foram esses?

Para o conjunto das cidades brasileiras, onde os prefeitos foram candidatos ou puderam ser candidatos à reeleição, essa taxa foi de 63%. Nas capitais, das 26, essa taxa chegou a 77%. Então, o que a gente espera neste momento? As pesquisas apontam que nas capitais, 60% dos prefeitos estão liderando.

Dos 20 prefeitos, que são candidatos à reeleição, 12 estão à frente na disputa. É possível que se mantenha e pode ser ampliado um pouco. No conjunto do país, ainda não há um número de pesquisa suficiente para nós fazermos apostas. Mas, provavelmente, essa taxa de reeleição será elevada.

>Estadão

Por Alberval Figueirêdo

Mortes por febre oropouche na Bahia são as primeiras documentadas no mundo

Óbitos aconteceram nas cidades de Valença e Camamu

Folhapress - Fotos - Valença - BA

As duas mortes por febre oropouche registradas na Bahia serão os primeiros óbitos pela doença documentadas no mundo. O Ministério da Saúde investiga também uma morte suspeita pela doença em Santa Catarina. No Maranhão, um caso também era investigado, mas foi descartado.

O País já registrou neste ano 7.044 casos da doença, com transmissão autóctone, isto é, local, em 16 Estados: AC, AP, AM, BA, ES, MG, MA, MT, PA, PE, PI, RJ, RO, RR, SC E TO. Ceará, Pará e Mato Grosso do Sul ainda têm investigações.

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) afirma que já registrou os dois óbitos como febre do oropouche, mas aguarda confirmação por parte do ministério. Os casos do Estado aconteceram nas cidades de Camamu e Valença, no sul, e chamam a atenção pois as vítimas, de 21 e 24 anos, não possuíam comorbidades.

Um estudo elaborado por 20 cientistas de diversos órgãos da Bahia, como a Secretaria da Saúde, o Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), analisou os óbitos. O relatório destaca que a rápida disseminação do vírus da febre, chamado de OROV, “já representa surto de grande preocupação para a população”.

Ministério da Saúde completa 69 anos como instituição responsável pela saúde pública dos brasileiros — Ministério da Saúde

Em nota, o Ministério da Saúde declara que ainda não é possível confirmar mortes, pois é preciso fazer uma avaliação criteriosa dos aspectos clínicos epidemiológicos, considerando o histórico pregresso do paciente e a realização de exames laboratoriais.

Os casos baianos ocorreram em março e junho. A primeira paciente teve sintomas como dores musculares, abdominal, na cabeça e atrás dos olhos; além de diarreia, náuseas e vômitos.

Ela chegou a buscar atendimento em unidades básicas e, dois dias após o início dos sintomas, recorreu a um hospital de referência, relatando visão turva e dificuldade para enxergar. Já internada, a paciente desenvolveu agitação, pressão baixa e falta de oxigênio no sangue.

A segunda paciente teve febre, fraqueza e dores em múltiplos locais do corpo, incluindo as articulações. Ela também apresentou erupção cutânea vermelha e manchas roxas, além de sangramento no nariz, nas gengivas e na área vaginal. A jovem se queixou, ainda, de sonolência e vômitos.

O que isso representa?

De acordo com a análise dos especialistas, os casos destacam alguns pontos importantes a serem observados: a rápida progressão dos sintomas até a morte, a presença de coagulopatia grave (uma condição em que o sangue tem dificuldade em coagular corretamente) e a ocorrência de problemas no fígado, que podem ter contribuído para a coagulopatia e, consequentemente, para as mortes.

“Fica claro que a infecção por OROV pode levar a fenômenos hemorrágicos, como estudos anteriores demonstraram, e o envolvimento hepático pode ser esperado nesta infecção”, diz o relatório.

O texto destaca ainda que a evolução clínica dos pacientes com febre oropouche foi muito semelhante à de uma febre hemorrágica grave, comumente observada em casos de dengue.

Para eles, isso representa um desafio para o diagnóstico que merece atenção. “Se não fosse pela extensa avaliação laboratorial e pelo surto de OROV em curso na região, esses casos provavelmente teriam sido classificados inadequadamente como mortes por dengue”, dizem.

Por isso, segundo o documento da Sesab, os casos mostram como é de extrema importância implementar uma vigilância epidemiológica ativa. E garantir a coleta de amostras suficientes para monitorar outras doenças, além de realizar a vigilância genômica

Ainda não há vacina ou tratamento específico para a doença

A febre oropouche é uma doença causada por um vírus chamado Orthobunyavirus (OROV), que pertence à família Peribunyaviridae e é transmitido por artrópodes (como mosquitos).

Os sintomas são semelhantes aos da dengue e incluem dor de cabeça, dores musculares, náuseas e diarreia. Em alguns casos, a doença pode evoluir para formas mais graves, com sintomas neurológicos. Atualmente, não há vacina ou tratamento específico para a doença Pacientes com sintomas devem descansar, fazer tratamento para aliviar sintomas e seguir o acompanhamento médico.

Recentemente, o Ministério da Saúde alertou para a importância dos cuidados das gestantes com a doença, diante de suspeitas de casos de microcefalia possivelmente associados à doença.

Pesquisadores do Instituto Evandro Chagas (IEC), associado ao Ministério da Saúde, encontraram evidências de que a febre oropouche pode ser passada da mãe para o bebê durante a gestação Diante da descoberta, a pasta emitiu uma nota técnica, recomendando que Estados e municípios redobrem a vigilância sobre a possibilidade desse tipo de transmissão, chamada de vertical.

O alerta foi feito depois que o IEC identificou a presença de anticorpos contra o vírus em quatro bebês nascidos com microcefalia, além de material genético do vírus da oropouche em um feto natimorto com 30 semanas de gestação.

Fonte>>>Correio 24h

Por Alberval Figueirêdo

” Agradeço a todos pelo acolhimento caloroso”, diz Marcos Medrado em Cajaiba

Neste final de semana, o pré-candidato a prefeito de Valença, Marcos Medrado, visitou a comunidade de Cajaiba. A visita foi organizada a convite do um amigo.

O pré-candidato enfatizou a importância de um diálogo aberto com a comunidade para entender melhor suas necessidades e garantir que suas propostas atendam às expectativas da população.

“A participação ativa dos moradores é fundamental para construirmos um plano de governo que realmente faça a diferença na vida de todos”, afirmou Medrado.

A visita foi bem recebida pelos moradores, que expressaram esperança de que suas reivindicações sejam atendidas e que as propostas apresentadas possam trazer melhorias concretas para a comunidade.

Fonte>>>SulBahia1

Por Alberval Figueirêdo

A Voz do Brasil completa 89 anos

Em 22 de julho de 1935 entrava no ar pela primeira vez nas ondas do rádio o Programa Nacional que, anos mais tarde, em 1938, foi rebatizado como a Hora do Brasil. Finalmente, em 1962, ele ganhou o nome A Voz do Brasil. O programa entrou para a história e a vida dos brasileiros, com edições diárias para todo o país.

 

Noticiário oficial que vai ao ar tradicionalmente às 19 horas, de segunda a sexta, e agora pode ser retransmitido até às 22 horas, ele noticiou fatos marcantes, como a deposição dos presidentes Getúlio Vargas, em 1945, e João Goulart, em 1964, e também levou a todo Brasil a redemocratização do país em dois momentos: 1946 e 1985. Como toda marca de sucesso, também teve uma trilha que virou sinônimo do noticiário. A ópera “O Guarani”, de Carlos Gomes, que foi executada durante a primeira transmissão de rádio no país, é até hoje o prefixo do programa.

 

Jean Lima, diretor-presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), comemora os 89 anos do programa e anuncia os preparativos para os 90 anos.

 

“A Voz do Brasil marca a vida da população brasileira, seja de quem mora na capital do país ou em uma comunidade ribeirinha da Amazônia. É um orgulho para a EBC participar dessa trajetória e estamos preparando para celebrar os 90 anos desse programa que conta a história do Brasil.”

 

A primeira transmissão teve locução do carioca Luís Jatobá. Atualmente, é apresentado por Mariana Jungmann e Luciano Seixas, que se emociona ao falar sobre o que representa A Voz do Brasil em sua vida.

 

“Apresentar A Voz do Brasil é uma realização profissional e também pessoal. Falar para milhões de pessoas diariamente é uma grande responsabilidade. Mas esse exercício da comunicação é um grande prazer. Ter a atenção das pessoas, levando informações importantes todo dia”.

 

Mariana Jungmann também se emociona ao falar de sua trajetória e seu trabalho na Voz do Brasil.

 

“Desde que eu fiz faculdade, eu sonhava em trabalhar no rádio. Mas nem nos meus melhores sonhos eu podia imaginar que eu iria apresentar o programa de rádio diário mais antigo do mundo. Um programa com uma audiência imensa e, sobretudo, com um serviço tão importante como é o que é prestado pela Voz do Brasil.”

Fonte: Agência Brasil

Repostagem: Luís Horácio

 

INSS orienta segurados a usarem serviços digitais durante greve

 

A greve dos servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) entrou nesta quinta-feira (18) no terceiro dia. Embora sustente que a paralisação dos servidores não impactou significativamente os serviços prestados à população, o órgão reforçou as orientações a quem precisar de determinados atendimentos.

 

Segundo o instituto, mais de 100 serviços podem ser agendados por meio do site Meu INSS; pela plataforma de mesmo nome, que tem versão para celular (app) ou pela central de atendimento telefônico 135, que funciona de segunda-feira a sábado, das 7h às 22h.

 

O INSS também orienta os cidadãos que necessitarem de atendimento pericial para a obtenção do auxílio-doença a utilizarem o Atesmed, serviço de avaliação remota de documentos que o instituto implantou prometendo tornar a análise mais rápida e menos burocrática, dispensando a realização de perícia presencial.

 

Nos casos de perícia médica já agendada para benefício por incapacidade temporária, o segurado pode pedir conversão de agendamento de perícia para o Atestmed. “Para os demais casos, a orientação é reagendar o atendimento pelo 135 ou Meu INSS”, orienta o instituto.

 

Os servidores do INSS entraram em greve na terça-feira (16), por tempo indeterminado.

 

Reivindicações

 

Além da recomposição de perdas salariais dos últimos anos, os servidores reivindicam a reestruturação e o reconhecimento da carreira do Seguro Social como típica de Estado; o cumprimento do acordo de greve de 2022; o nível superior para ingresso de Técnico do Seguro Social; incorporação de gratificações; jornada de trabalho de 30 horas para todos e cumprimento das jornadas de trabalho previstas em lei; revogação de normas que determinam o fim do teletrabalho e estabelecimento de programa de gestão de desempenho; condições de trabalho e direitos do trabalho para todos, independente da modalidade de trabalho; fim do assédio moral institucional; e reestruturação dos serviços previdenciários.

 

Um novo balanço do impacto da paralisação será divulgado ainda nesta quinta-feira.

 

Fonte: Agência Brasil

Foto: Rafa Neddermeyer/ Agência Brasil

Repostagem: Luís Horácio

Aquecimento global pode tornar Brasil inabitável em 50 anos, diz Nasa

A Nasa, agência espacial norte-americana, divulgou um relatório que traz um alerta preocupante para o Brasil, informando que dentro de 50 anos o país se tornará inabitável por conta dos efeitos do aquecimento global.

O estudo, baseado em dados de satélite, mapeou as áreas mais vulneráveis do planeta e destacou o Brasil como uma das regiões que enfrentarão mudanças climáticas severas. De acordo com a Nasa, as conclusões do relatório não apenas identificam as áreas que se tornarão inabitáveis, mas também aquelas onde a vida poderá deixar de se formar.

Além do Brasil, outras regiões que estão em risco incluem o sul da Ásia, o Golfo Pérsico e a China. A Nasa já havia relatado em fevereiro deste ano um aumento de 1,5ºC na temperatura média global, sinalizando uma tendência preocupante de aquecimento que poderá ter consequências devastadoras.

Fonte: Bahia.ba

Por: Pretta Passos

TSE divulga limite de gastos para campanhas de prefeito e vereador por município

Fachada do Tribunal Superior Elitoral (TSE) placa externa, entrada. Sérgio Lima/Poder360 25.11.2020

 

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta quinta-feira, 18, o limite de gastos para as campanhas de prefeito e vereador em cada um dos 5.569 municípios do País. As quantias estabelecidas pela Corte Eleitoral deverão ser seguidas pelos partidos e coligações durante as eleições de outubro.

Em São Paulo, que possui o maior eleitorado do País, os partidos poderão gastar até R$ 67.276.114,60 na campanha de prefeito em primeiro turno. Em eventual segundo turno, a quantia permitida é de R$ 26.910.445,80. A candidatura de vereador, por sua vez, poderá receber até R$ 4.773.280,39.

No Rio de Janeiro, que possui o segundo maior número de eleitores, as candidaturas para o cargo majoritário poderão receber até R$ 29.231.712,71 no primeiro turno e R$ 11.752.685,09 no segundo. Campanhas para vereador têm o limite de gastos de R$ 2.071.008,63.

Os menores municípios do País em população possuem um limite de R$ 159.850,76 para as campanhas majoritárias e R$ 15.985,08 para as candidaturas legislativas.

Fonte: Blog do Valente

Por: Pretta Passos

Banco Central adia lançamento do Pix Automático; entenda

O Banco Central (BC) adiou o lançamento do Pix Automático, serviço que vai tornar possível transferências instantâneas em pagamentos programados. Com o adiamento, a ferramenta será lançado no dia 16 de junho de 2025. O lançamento estava previsto para 2024 e antes disso, estava marcado para 28 de outubro de 2023.

O Banco Central (BC) adiou o lançamento do Pix Automático, serviço que vai tornar possível transferências instantâneas em pagamentos programados. Com o adiamento, a ferramenta será lançado no dia 16 de junho de 2025. O lançamento estava previsto para 2024 e antes disso, estava marcado para 28 de outubro de 2023.

O BC espera que o Pix Automático facilite cobranças recorrentes e seja vantajoso para diversas empresas, como concessionárias de serviços públicos, escolas, academias, condomínios, clubes sociais, planos de saúde, serviços de streaming, portais de notícias, clubes de assinatura e instituições do setor financeiro.

O Pix Automático

O serviço de pagamento automático via Pix, visa oferecer maior comodidade aos usuários ao proporcionar uma forma de pagamento recorrente sem complicações, assim como outros tipos de pagamentos automáticos.

O funcionamento do Pix Automático requer uma autorização prévia do usuário, através do dispositivo de acesso. Desta forma, o usuário permite débitos automáticos periódicos sem a necessidade de autenticação para cada transação.

Para os recebedores, o sistema promete aumentar a eficiência, reduzir os custos dos processos de cobrança e minimizar a inadimplência, representando uma evolução significativa no mercado de pagamentos no Brasil.

 

Fonte: Blog do Valente

Por: Pretta Passos

Pente-fino no INSS começa em agosto; prorrogação de benefícios passará por perícia presencial

O foco, a partir de agosto, é checar dois tipos de benefícios que tenham sido concedidos há mais de dois anos

O programa de revisão de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o chamado pente-fino dos benefícios, deve cortar cerca de 680 mil pagamentos, segundo o governo.  A previsão é que esse processo comece nas próximas semanas.

Segundo o governo, o objetivo do pente-fino é combater fraudes e irregularidades no pagamento de benefícios, mas também cortar gastos e abrir espaço no Orçamento da União. A meta fiscal deste e do próximo ano é zerar o déficit das contas públicas. Ou seja, gastar apenas o que arrecadar.

Segundo o presidente do INSS, Alessandro Stefanutto, o segurado pedia prorrogação e era automática. Agora, aqueles que têm um afastamento com um CID (classificação internacional de doenças), que não comporte longos períodos, como, por exemplo, seis meses para uma fratura simples no dedo, esses segurados, ao ligarem para o 135 (central de atendimento do INSS), estão sendo encaminhados para a perícia presencial.

Ainda de acordo com Stefanuto, o foco, a partir de agosto, é checar dois tipos de benefícios que tenham sido concedidos há mais de dois anos.

A estimativa do INSS é que pelo menos 680 mil benefícios sejam revistos até o fim do ano. O governo calcula chegar a 800 mil até o fim do programa de revisão, que não tem prazo para acabar.

Segundo o INSS, a revisão dos benefícios se dará, num primeiro momento, por meio da checagem de dados: o instituto fará cruzamento de informações disponíveis para conferir se o cidadão tem ou não direito ao benefício. Se houver algum indício de irregularidade, a pessoa será notificada e terá que comparecer a uma agência do INSS.

O presidente da autarquia aconselha aos beneficiários que tenham sempre os documentos em dia.

Fonte: Blog do Valente

Replicada por: Simone Meireles

Governador anuncia nesta segunda (22) ampliação de efetivo das forças de segurança no estado

Jerônimo Rodrigues (PT) vai autorizar chamamento de aprovados em concursos e por meio de novos processos seletivos

O governador Jerônimo Rodrigues (PT) anuncia nesta segunda-feira (22) medidas de ampliação do efetivo das forças de segurança da Bahia, por meio de chamamento de candidatos de concursos já realizados e novos processos seletivos.

A coletiva de imprensa está prevista para ser iniciada às 8h30, no auditório do Centro de Operações e Inteligência (COI), da Secretaria da Segurança Pública (SSP), no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

O chefe do Executivo estadual também fará a entrega de kits de equipamentos para a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap).

Fonte: Bahia.ba

Replicada por: Simone Meireles